logo
Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia.
Rua Senador Theotônio Vilela, número 110, Edifício Cidadella Center II, Sala 407, Brotas Salvador- Bahia
(55) 71 3354 4138
sinaprobahia@sinaprobahia.com.br
Siga-nos
Siga-nos

(71) 3354-4138

Rua Senador Theotônio Vilela, Ed. Cidadella Center II, Sala 407

Seg - Sex 9.00 - 18.00

Como gerenciar sua agência durante a pandemia

Como gerenciar sua agência durante a pandemia

Um artigo de Dudu Godoy, Presidente do Sindicado das Agências de Propaganda de São Paulo (Sinapro-SP) e Vice-Presidente da Federação Brasileira das Agências de Propaganda (Fenapro)

Passado o baque inicial em todo o mercado de comunicação e publicidade, as agências, os anunciantes e os publicitários estão se adequando à nova realidade pandêmica. O mercado pré-coronavírus, como o conhecíamos, já é passado, e a tendência é de retomada lenta. Somos forçados, então, a gerenciar nossos negócios de forma a sobreviver nesta crise sem precedentes.

Mas como gerenciar a empresa em um cenário que nunca vivemos antes? Quais fatores preciso observar para manter a agência saudável? A recomendação é monitore, analise, replaneje, comunique-se e avalie tudo novamente, pois a pandemia mudou tudo.

Monitore com qualidade

Vivemos dos clientes e para os clientes. Análises diárias qualitativas sobre tudo que os cercam vão dar a dimensão de quanto foram afetados. Observe o ambiente externo, quais ações foram cortadas, quais iniciativas passam a ser as únicas possíveis a serem realizadas. Também avalie o ambiente de negócios, o que a concorrência está fazendo, quais ideias podem ser adaptadas, recicladas.

Analise processos e o ambiente interno

A pandemia nos deu tempo para rever processos que, muitas vezes, ficavam como última prioridade. Analise e reveja processos internos, o que pode ser melhorado, o que era essencial antes, mas agora já não faz mais sentido. Avalie o ambiente interno da sua agência como era e pense como vai ser com um longo período de trabalho em home office.

Planeje com o atual cenário

Use uma metodologia na qual você acredita, e faça uma projeção dos próximos três meses, depois para seis meses e, por fim, pelo menos, até o final de 2020. É recomendável uma Análise SWOT, para sua empresa e para seus clientes. Planejar o cenário futuro é importante para manter seus clientes e liderar seus funcionários. Readapte conforme o cenário for mudando.

Replaneje o Fluxo de Caixa

Fez um planejamento financeiro para este ano? Esqueça-o. Reveja e planeje novamente o fluxo de caixa, custos, item por item, prevendo novas despesas e também novas economias, como, por exemplo, gastos com deslocamentos que inexistem durante a pandemia. Cada centavo agora conta

Comunicação e Alinhamento

Comunicar não é só dar recados ou cobrar metas via WhatsApp. É ouvir, dialogar, aprender, perguntar. Faça calls periódicas, assertivas e objetivas. Incentive a comunicação de todos, dê e peça feedbacks. Comunicar-se da forma mais clara possível é a melhor forma de assegurar que tudo andará bem neste cenário incerto.

Home Office

Os comportamentos, valores e funções da equipe são afetados pelas circunstâncias e pelo ambiente. O trabalho em HO tem bônus e ônus – o aconchego do trabalho no lar somado aos problemas do trabalho e do lar ao mesmo tempo. Seja transparente, paciente, dê briefings mais claros possíveis e mantenha o bom trato entre a chefia e a equipe. Lembre-se: você e seus funcionários estão com a agência em suas casas.

Faça Avaliação de Desempenho

Se sua agência já tem, adapte a avaliação de desempenho para o Home Office. Se não tem, procure implantar. É muito importante ter informações confiáveis para não se precipitar nas decisões sobre reduções salariais, colaboradores e estrutura física de Home Office. Tenha em mente se o seu funcionário, na casa dele, vai ter condição similar à que tinha em seu escritório para realizar determinada tarefa. Ajude-o a ter essas condições.

Concluindo, é tempo de rever processos, procedimentos, ambientes, interações, condições de trabalho e o desempenho de toda a empresa. Não sabemos quando voltaremos às condições normais de trabalho, portanto, o melhor a fazer agora é se adaptar e separar aquilo com o qual vale ou não vale se preocupar.

No Comments

Post a Comment