logo
Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia.
Rua Senador Theotônio Vilela, número 110, Edifício Cidadella Center II, Sala 407, Brotas Salvador- Bahia
(55) 71 3354 4138
sinaprobahia@sinaprobahia.com.br
Siga-nos
Siga-nos

(71) 3354-4138

Rua Senador Theotônio Vilela, Ed. Cidadella Center II, Sala 407

Seg - Sex 9.00 - 18.00

RESPONDEU A PROVA E NÃO PREENCHEU O CABEÇALHO

RESPONDEU A PROVA E NÃO PREENCHEU O CABEÇALHO

Quantas vezes na vida você deu total importância ao que considera ser grande e deixou de lado as coisas simples? Provavelmente várias. Acontece com todo mundo. E só depois a gente descobre que essas coisas simples fizeram falta. No dia a dia da disputa política não é diferente.  

Não é raro um candidato ou candidata chegar lá na agência com planos, ideias, saber tudo do calendário eleitoral, apresentar pessoas que ajudam nessa caminhada e se embaraçar com uma pergunta comum: por que você quer se candidatar?

– Serei candidato. Vim aqui para começarmos um trabalho.

– Vamos lá. Me explique o motivo dessa decisão.

– Não, isso não é comigo. É papel da agência.

Participar da eleição é uma das decisões mais importantes da vida de qualquer um. Seu nome estará ali em jogo, disputando votos, tendo a reputação testada e os conhecimentos colocados à prova. Exige preparo.

Responder ao habitual questionamento do porquê ser candidato ou candidata é algo fundamental. Mas, que deixa muita gente nervosa, muda e de cabelo em pé. E na hora do aperto, alguns acham que responder isso virou obrigação do profissional de comunicação.

Sei do que estou falando, vi e vivi muitas situações. Também conheço diversos relatos de amigos profissionais com grande bagagem. O que não falta é gente que sabe dar respostas fantásticas para perguntas difíceis, mas não consegue falar o básico. É como responder a prova e não preencher o cabeçalho.

Se numa eleição onde cada detalhe importa, imagine não saber responder porque você está se candidatando. Enquanto profissional, não tenha dúvida que estarei ao seu lado para encontrar a resposta. Enquanto candidato ou candidata, cuidado com o que você acha que é tranquilo demais.

Aline Macedo
CarambolaCom
www.carambolacom.com.br
aline@carambolacom.com.br

No Comments

Post a Comment