Central de Outdoor comemora 40 anos com exposição pelas ruas de Salvador

A Central de Outdoor Seccional Bahia comemora 40 anos neste dia 31 de agosto, e uma de suas ações de aniversário contempla homenagear Salvador através da exposição Galeria Outdoor, exposta em outdoors nas ruas e avenidas da capital baiana. A amostra será composta de pinturas dos artistas plásticos baianos César Romero, Guel Silveira, Sérgio Rabinovitz e Jenner Augusto (in memorian).

Nesta semana, a Central de Outdoor veiculou teasers com o nome dos artistas plásticos e a frase “Esse Outdoor está esperando por você”, simbolizando o local onde as obras dos artistas serão expostas. Para compor a exposição, a entidade realizará uma ação com os artistas plásticos no Colégio Miró, em Salvador, onde alguns alunos serão convidados a fazer um traço com tinta em um papel, e, a partir dele, César, Guel e Sérgio farão suas pinturas. A obra final também fará parte da amostra.

GuelSilveirajenner Outdoor1 Sérgio

Sobre os artistas

César Romero
César nasceu em 1950 e é natural de Feira de Santana. Autodidata, o artista iniciou-se em artes plásticas em 1967. É pintor, fotógrafo e crítico de arte. Em sua obra ele busca reviver e valorizar a cultura do Nordeste, suas características, tradições e particularidades.

Guel Silveira
Filho da artista plástico Jenner Augusto, um dos ícones da arte moderna, Guel Silveira nasceu em Salvador em 1955 e convive desde muito cedo com as tintas e os pincéis que deram vida ao passar dos anos em suas grandes obras de arte. Começou a carreira como gravador, pintor abstrato com experiências em spray, passando pela figuração lírica para depois retomar a abstração, com formas espontâneas e geométricas ao mesmo tempo.

Sergio Rabinovitz
Rabinovitz é um dos grandes nomes das artes plásticas brasileira da sua geração. Nasceu em Salvador em 1955 e iniciou sua carreira como autodidata em 1970, com a prática da xilogravura. O artista teve como mentores os pintores Calasans Neto e Mário Cravo Júnior.

Jenner Augusto
Jenner foi pintor, cartazista, ilustrador, desenhista e gravador. Foi um dos ícones da arte moderna na Bahia e em Sergipe. Nasceu em Aracaju, em 1924 e faleceu em março de 2003, em Salvador. Em sua arte, Jenner retratou o sertanejo, a seca, a enchente, cenários sergipanos e cenas da pluralidade da Bahia. Além de compro naturezas-mortas como camponeses e meninos de engenhos, retratos de amigos e familiares.

Author: Marketing

Compartilhe este post:

Comentários: