Maior festival de criatividade da América Latina chega a 14ª edição e amplia repertório

A 14ª edição do Pixel Show, maior evento de criatividade da América Latina, já tem data marcada. Nos dias 10 e 11 de novembro, o espaço Pro Magno, em São Paulo, será palco de mais de 15 mil m² de exposições, performances, manifestações artísticas e palestras para profissionais, empreendedores e amantes da cultura geek, artes, design, inovação e tecnologia.

Marcando mais uma vez sua posição de hub de criatividade, o Pixel Show terá cerca de 200 horas de conteúdo de cultura para um público estimado em 45 mil criativos de várias partes do mundo, nos dois dias de evento. “Teremos um conteúdo muito abrangente e diversificado, que vai desde oficinas de arte que ensinam produtos fáceis de fazer em casa, com materiais de baixo custo, até a apresentação de negócios inovadores e tecnologias de última geração para a indústria da cultura. O objetivo também é instigar o empreendedorismo e a comunidade artística como um todo”, comenta Símon Szacher, co-fundador da editora Zupi, curadora e produtora do Festival.

Por isso, a Conferência Internacional de Criatividade do Pixel Show 2018 será dividida em auditório principal e mais sete salas temáticas que abordarão assuntos agrupados em Empreendedorismo e Business, Animação e Vídeo, Tech e Inovação, Arte e Design, Publicidade e Música, Visionários, para negócios de tecnologia e futuro, e uma iniciativa pioneira no Brasil que será a sala Voice, primeira a reunir profissionais de dublagem, locução e localização de voz para games e debater o crescimento da profissão no país. Bob Esponja, ou melhor, Wendel Bezerra, a voz do personagem na animação, já presença confirmada no espaço.

Diretamente de Hollywood

O auditório contará com 13 palestras de profissionais de renome de diversos países, como o americano Terrance Manson, animador profissional de realidade aumentada e produtor de efeitos especiais dos filmes Star Wars e da série South Park, e Larry Katz, diretor de cinema que vai falar do trabalho em sets de filmagens de grandes produções, como Capitão América e Piratas do Caribe, à séries de TV, como Desperate Housewives.

Também desembarcarão no Brasil Eric Standley, professor do Studio Art na Virgina Tech, nos EUA, com obras que mostram seus traços de dislexia, expressas em artes cheias de paradoxos, e o hiperativo ator francês Pol Kurucz, que usou o teatro como forma de negócio, de tratamento e inspiração para projetos excêntricos de moda.

Entre os profissionais nacionais, o público contará com uma deliciosa apresentação de Raíza Costa, a Rainha da Cocada, que é diretora de arte e chef de confeitaria, para falar sobre food design; o premiadíssimo artista plástico Guto Lacaz e a sambista Mariana Aydar.

Para acompanhar as palestras no auditório principal ou nas salas temáticas, o interessado deve adquirir ingresso que custa R$220,00 no site do evento (Lote 1). Há ainda uma opção de ingresso prioritário para acesso a 3 das salas temáticas, uma vez que essas estarão disponíveis para todos os pagantes e serão preenchidas conforme capacidade de assentos.

Mas se o objetivo é usar o fim de semana do Pixel Show para aprender técnicas de arte, começar uma produção artística e abrir o próprio negócio como alternativa financeiro ou ainda aprimorar suas técnicas, é possível escolher entre os 48 workshops que incluem material inicial e orientações em diversos tipos de arte, como esculturas, modelagem, lettering, brinquedos em crochê, papel artesanal e outros. As inscrições também são realizadas via site e custam R$160,00, independente da modalidade escolhida (lote 1).

Espaço Makers e atrações gratuitas para família

Não se engane com os nomes feras do evento. O Pixel Show é democrático e traz mais uma vez o conhecido Espaço Makers, onde os empreendedores e artistas iniciantes poderão expor suas obras e comercializar os produtos. “Temos histórias incríveis de bons artistas que começaram no Pixel Show, apresentando suas obras no espaço Makers de uma forma amadora, e com o feedback e aprendizados da feira passam a investir no projeto como negócio e hoje comandam marcas reconhecidas no mercado cultural”, lembra Allan Szacher, fundador da editora Zupi e também do Festival.

Também na área livre e de acesso gratuito, o Espaço Kids aproxima as crianças das artes e, com peças de Everblock – blocos de plástico gigantes -, elas podem montar suas próprias obras. Além disso, dá pra curtir a exposição do LUG (Lego User Group Brasil) e participar da montagem da maior bandeira do Brasil feita com peças de LEGO ao vivo e de forma colaborativa na feira. Sem contar as possibilidades de participar do campeonato de Post-It Wars.

Enquanto isso, os aficionados por games terão duas atrações imperdíveis. Uma exposição mostra os consoles antigos mais amados, eqnuanto no Espaço Simuladores a nova geração de vídeo games em realidade virtual, como Arkave e Venturium, poderá ser testada pelo público.

Compondo ainda as atrações da feira de criatividade, que são gratuitas e para todas as idades, manifestações de live art darão vida ao evento em meio ao público, com performances de dança, pintura, música, modelagem e outros.

Com tanta atração, vale passar dois dias inteiros na maior feira de criatividade da América Latina. Na hora da fome, o público ainda vai contar com o festival de gastronomia que esse ano trará 14 food trucks e bike foods dentre outros. Para acompanhar a comida gostosa, na arena musical se apresentarão bandas independentes de música de estilos variados que se candidataram pelo site do evento e passaram pela seleção acirrada da curadoria musical.

Para participar das atividades do Pixel Show 2018 e conhecer todas as atrações que vão agitar o cenário da Cultura Economia Criativa em novembro, acompanhe o site PixelShow.com e reserve a agenda.

SERVIÇO

14° Pixel Show – Festival de Criatividade
10 e 11 de novembro de 2018, das 8h às 22h

Espaço Pro Magno – Casa Verde, São Paulo

Transporte gratuito a partir do metrô Barra Funda

Mais informações: pixelshow.co

Entrada Grátis – Feira de Criatividade, SharpTalks e shows de música

Atrações pagas – Palestras da Conferência, workshops e teatro

ASSOCIADOS AO SINAPRO-BAHIA TÊM 20% DE DESCONTO NA INSCRIÇÃO PARA A CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE CRIATIVIDADE

Sobre o Festival Internacional de Criatividade Pixel Show

O Pixel Show é o maior festival de criatividade da América Latina e acontece anualmente em São Paulo desde 2005, organizado pela Editora Zupi. Em 2018, o evento completa 14 anos de história com muita inspiração, inovação, networking e negócios realizados. O Pixel Show tem como tema central tendências, inspirações, cultura e economia criativa e discute temas atuais sobre arte contemporânea e o mercado de trabalho entre jovens e profissionais experientes. O festival é realizado com o apoio do ProAc e da Lei Rouanet e tem como patrocinadores: 2M, TNT Energy Drink, Leo Madeiras e Meio&Mensagem. O Festival conta com grandes nomes como cu-curadores do Festival: Fernando Seabra (Business), Jason Bermingham e Simone Kliass (Voice), Ney Neto (Música) e Vanessa Queiroz (Arte & Design), além dos sócios Allan Szacher e Símon Szacher (curadoria geral). Em sua história, o Pixel Show já foi realizado também duas vezes em Porto Alegre, uma vez em Salvador e no Recife.

Sobre a Zupi

A Zupi é um estúdio de design, editora, produtora de eventos, produtora de conteúdo, gestora de carreiras de artistas, curadora de projetos especiais e artísticos, dentre tantas outras atividades. Entre seus inúmeros projetos, edita a Revista ZUPI, que também é realizada com o apoio do ProAc e é a única revista do Brasil focada em criatividade ainda em circulação e que já produziu mais de 70 edições em sua história. Já produziu diversos outros livros e revistas além de ter realizado o concurso de criatividade Zupi Awards, o Festival Voxel Show e inúmeros projetos especiais como a curadoria da customização com arte dos poços dos elevadores dos prédios MaxHaus.

Author: Marketing

Compartilhe este post:

Comentários: