logo
Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia.
Rua Senador Theotônio Vilela, número 110, Edifício Cidadella Center II, Sala 407, Brotas Salvador- Bahia
(55) 71 3354 4138
sinaprobahia@sinaprobahia.com.br
Siga-nos
Siga-nos

(71) 3354-4138

Rua Senador Theotônio Vilela, Ed. Cidadella Center II, Sala 407

Seg - Sex 9.00 - 18.00

Quem tem medo de novas ideias?

Quem tem medo de novas ideias?

Por Humberto Mendes,
VP Executivo da Fenapro

A importância e as consequências de uma ideia nova é percebida pela emoção que o seu aparecimento provoca, pela violência da oposição que desperta e pela intensidade e persistência da cólera de seus adversários. Foi assim com o Cristianismo; com Galileu Galilei; com Joana D’Arc; com Tiradentes; com Mandela e com tantos outros mártires, cujas posições provocaram mudanças radicais no mundo em que vivemos, isso para lembrar apenas alguns de quem temos notícia. É assim, com tudo na vida.

Guardando as devidas proporções, podemos encontrar um exemplo parecido, observando o que acontece atualmente com a comunicação, seja da informação editorial como também da informação comercial. Não faz muito tempo em nosso país, a informação, tanto jornalística como comercial, era tão limitada que os adversários, verdadeiros “torquemadas de plantão” não praticavam o ódio que vemos hoje contra a informação jornalística da mídia e contra a informação comercial, a propaganda, ao lhes atribuírem a culpa pelos males do nosso País e do mundo, como se ambas tivessem inventado a corrupção e os corruptores, a mentira e a demagogia de grande parte dos políticos e dos maus empresários, como se tivessem criado os vícios da bebida e do tabagismo e, por que não, plantado as primeiras mudas de cana-de-açúcar (cachaça) e de fumo (cigarro).

O que eles não percebem é que graças à boa informação produzida pela mídia, o Brasil de hoje conta com uma vasta e invejável rede de meios de comunicação, mesmo sofrendo todo tipo de censura e pressão. Quanto a propaganda de produtos e serviços, esta vai continuar incrementando mais vendas e negócios, que desde há muito alavancam progresso de um parque industrial e comercial de qualidade invejável em todo o mundo.

Não existe prova maior de que a mídia e a propaganda, essas duas novas ideias que deram certo porque cresceram com profissionalismo e respeito à ética, vão continuar colaborando, ainda mais com o desenvolvimento do país e, para tanto, só precisam que se lhes deixem trabalhar em paz, com liberdade de expressão.

Porque, com liberdade de expressão se fazem as melhores coisas do mundo, principalmente comunicação.

No Comments

Post a Comment